Prematuramente!

Download PDF

A notícia mais surpreendente nesta semana foi do ocorrido em Águas Lindas, Goiás, no entorno de Brasília quando em 15 de novembro houve um assassinato violento. Nele duas vítimas. O de estarrecer não é só a violência, por vezes banal, quase sempre ligada à degradação social com o consumo e tráfico de drogas. Uma das vítimas: uma garota de 12 anos de idade, baleada e não sobrevive, estando grávida de 8 meses, é levada a um hospital e os médicos, num gesto heróico, realizam uma cesariana e retiram seu filho com vida. Pela prematuridade, o recem nascido é levado para o Hospital Regional de Ceilândia. Probabilidade de sobreviver essa criança tem. Até hoje segue internado em UTI, em coma, conforme noticiou a imprensa.
Considerações: a execução da menina ocorreu próximo à sua casa. Executada por quem? Cabe à policia investigar e à justiça julgar. O motivo do crime, pelos primeiras impressões: uma menina se estudando, por certo ainda no ensino fundamental, não teria ainda tido tempo de vida para ela própria ter causado mal, descontentamento, raiva, ódio, em qualquer outro vivente, para um alegado motivo de execução.
Tão somente a banalização da vida pode levar a isto. Ainda o contexto social, onde se tem a perda de valores, a falta de formação e de escola. Como conceber uma menina de 12 anos estar gestante e gestante no oitavo mês! engravidou muito proximo se não aos 11 anos. Mal chegada a puberdade, organismo ainda não completamente formado para uma gravidez.
Este municipio, sua comunidade deve ser um celeiro repleto para estudos. Um ótimo campo para estudiosos do tema. Mas antes mesmo que se debrucem e redijam teses com suas conclusões é urgente agir. Não vejo outro caminho a não ser a educação, formal, a escolaridade obrigaatória, de qualidade, de preferência em tempo integral, onde estas crianças encontrem os caminhos do saber e do conhecimento, podendo ser-lhes fornecidas outras opções que não as do descaminho e morte de graça e prematura.
E o prematuro sobrevivendo, não verá sua mãe menina.

Francisco Sales

Download PDF

Uma resposta a Prematuramente!

  1. Ricardo Gil disse:

    Que Deus proteja as nossas crianças!!! E que cuide dos nossos adultos.

Os comentários estão encerrados.